Monsenhor Gaspar Sadoc da Natividade

mgss

Cadeira 10

Patrono: José Lino dos Santos Coutinho

Fundador: Antônio Muniz Sodré de Aragão

2o. Titular: Altamirando Alves da Silva Requião

Titular atual: Gaspar Sadoc da Natividade

Posse em: 16.10.1990

 


 

Eleito em 7 de março de 1990, tomou posse em 16 de outubro de 1990, no salão nobre da atual sede, sendo saudado por Thales de Azevedo.
Mons. Gaspar SADOC da Natividade nasceu em Santo Amaro da Purificação, Bahia, a 20 de março de 1916, filho de José Porcino da Natividade e Esmeralda da Natividade, naturais de Santo Amaro, ele operário, ela doméstica. A vocação eclesiástica começou pela admiração a um sacerdote chamado João de Deus, muito simples e muito estimado. Aos 10 anos terminou o primário sob a orientação de uma professora leiga: Maria do Carmo Guimarães. Passou rapidamente no Ginásio Santamarense, e aos 12 anos entrou no Seminário, o antigo Seminário de Santa Teresa, na Rua do Sodré, hoje Museu de Arte Sacra. Fez aí os cursos de Filosofia, de Teologia, e de Direito Canônico. Foi ordenado sacerdote, no dia 30 de novembro de 1941, pelo Arcebispo Dom Augusto Álvaro da Silva, em solenidade realizada na Catedral Basílica. Ainda seminarista fez seu 1º sermão, em 1939, na novena de Nossa Senhora da Purificação, Santo Amaro, e ainda diácono fez o 1º sermão em missa solene presidida pela Arcebispo, em Itaparica, festa de São Lourenço em 10 de agosto de 1941. A 22 de fevereiro de 1942, tomou posse da sua 1ª paróquia, São Cosme e S. Damião, na Estrada da Liberdade, sendo seu 1º vigário. Neste mesmo ano, começou a ensinar Latim no Colégio da Soledade. Após sete anos foi transferido para ensinar Latim e História no Seminário de Itaparica. Foi capelão dos Maristas, das Doroteias, do Rosário no Pelourinho. Em 1951, foi nomeado Vigário da Paróquia de Cristo-Rei e São Judas Tadeu, onde construiu a matriz, inaugurando-a em 1960, tendo vindo de Santo Amaro a gloriosa imagem da Virgem da Purificação abençoar a festa. Neste período, foi professor de História da Filosofia, História Eclesiástica, Patologia e Apologética Científica no Seminário Maior da Bahia. Professor no Ginásio D. Macedo Costa, na Faculdade de Filosofia, no Colégio Militar, na Escola Técnica Federal da Bahia, onde lecionou 25 anos. Em 1968, Dom Eugênio de Araújo Salles transferiu-o para a Paróquia de Nossa Senhora da Vitória, onde permanece até hoje, incentivando o apostolado em favor dos pobres, colocando uma comunidade abastada a serviço dos carentes: com uma assistência médico-dentária funcionando ao lado da igreja e duas creches; uma, no Campo Grande, e outra, na Rua da Flórida. Na sua vida já percorreu estados e cidades levando a mensagem da fé, tendo proferido mais de 3000 sermões.


 

Exerceu as seguintes atividades

  • 1º Vigário da Paróquia de S. Cosme e S. Damião, bairro da Liberdade, de 1942 a 1948;
  • Professor de Latim no Colégio Soledade, em 1942;
  • Professor de Latim e História no Ginásio D. Macedo Costa, de 1943 a 1946;
  • Professor de Latim do Colégio de Formação dos Oficiais (Vila Militar), de 1945 a 1946;
  • Capelão do Colégio N. Sra. da Vitória (Maristas), de 1949 a 1950;
  • Capelão do Colégio Santa Doroteia, no Garcia, de 1950 a 1951
  • Conselheiro da Universidade Católica do Salvador, de 1950 a 1951;
  • Capelão do Colégio N. Sra. do Rosário dos Pretos, no Pelourinho, de 1950 a 1952;
  • Vigário da Paróquia de Cristo-Rei e São Judas Tadeu, de 1951 a 1968, tendo sido responsável pela construção da Matriz de S. Judas Tadeu;
  • Professor de História e Geografia na Escola Técnica Federal da Bahia de julho de 1954 a 1979;
  • Professor de História Antiga da Faculdade de Filosofia da Universidade Católica do Salvador, em 1960;
  • Cônego Capitular do Cabido Metropolitano de Salvador (1961);
  • Professor de História do Centro Empresarial Sofia Costa Pinto, de 1º de abril a 30 de setembro de 1963;
  • Provedor da Irmandade de São Pedro dos Clérigos, em três oportunidades, de 1964 a 1967 e 1987;
  • Vigário Geral da Arquidiocese de Salvador – Bahia, de 1967 até setembro de 1987;
  • Presidente do Centro de Treinamento de Líderes, desde a sua implantação, em 1967, até a presente data.
  • Vigário da Paróquia de Nossa Senhora da Vitória, desde 1968 até o presente momento;
  • Monsenhor Prelado Honorário Pontifício (1970);
  • Membro da Academia de Letras e Artes Mater Salvatoris desde sua fundação em maio de 1977 até o presente momento, exercendo a função de vice-presidente;
  • Professor de Educação Religiosa do Ginásio Antonio Calmon, de 1964 a 1965;
  • Membro do Conselho de Consultores da Arquidiocese, 1986.

Publicações

  • Mensagens, Salvador: Editora Mensageiro da Fé, 1971.
  • Semeando, Salvador: Empresa Gráfica da Bahia, 1988.
Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s