A Selva

EVENTOS da ACADEMIA de LETRAS da BAHIA

Palestra do acadêmico Waldir Freitas de Oliveira sobre o livro A SELVA de Ferreira de Castro realizada em 06/05/2010.

O professor e acadêmico Waldir Freitas Oliveira apresentou profunda análise sobre o tema literário desta sessão. Demonstrou como A SELVA ainda está atual mesmo 80 anos depois de sua publicação.

Sobre o autor José Maria Ferreira de Castro:

ferreiracastro

Escritor português, natural de Ossela, Oliveira de Azeméis. Emigrou aos 12 anos para o Brasil, onde trabalhou durante quatro num seringal da Amazónia. Esta experiência serviria de base ao seu mais famoso romance, A Selva (1930). Seguiu depois para Belém do Pará, onde escreveu o seu primeiro romance, Criminoso por Ambição (1916), e onde, para além de outros trabalhos, colaborou na imprensa, fundando o jornal Portugal.

Em 1919 regressou a Lisboa. Fundou a revista A Hora (1922) e o magazine Civilização (1928) e acumulou funções nas publicações O Século, ABC e O Diabo. Em 1922, iniciou a publicação de novelas, e seis anos depois saía o seu primeiro romance da fase de maturidade literária, Emigrantes, que marca, na literatura portuguesa, uma transição para o neo-realismo. Nesta obra, o autor debruça-se sobre questões sociais e humanitárias de um grupo desfavorecido a que ele próprio pertencera. O novo ciclo de realismo social na obra do escritor, mais preocupado com o fundo humano do que com a perfeição formal, prosseguiu com A Selva, romance que lhe granjeou grande fama internacional, sendo traduzido para várias línguas.