Livro de Adonias Filho organizado por Cyro de Mattos foi lançado na Academia de Letras da Bahia

Publicado pela editora da UESC, a coletânea Histórias Dispersas de Adonias Filho, com prefácio, notas e organização do escritor Cyro de Mattos, foi lançada em noite de autógrafos na Academia de Letras da Bahia, Salvador, no dia 25 de abril, às18 horas. O evento foi promovido pela editora da Universidade Estadual de Santa Cruz e Academia de Letras da Bahia Na abertura do evento, o escritor Aramis Ribeiro Costa, presidente da ALB, apontou a questão polêmica desse tipo de publicação, em função de ser válida ou não a edição ao em livro de textos que o autor em vida não se preocupou em lançar num volume, completando que “cada caso é um caso”.

A seguir, o escritor Cyro de Mattos fez breve exposição das cinco histórias de Adonias Filho reunidas no livro, mostrando a importância de sua publicação em razão da beleza e expressividade que todas elas contém. Compareceram ao evento a ensaísta Gerana Damualkis, o poeta Renato Prata, o desembargador Luís Fernandes Pedreira, a desenhista Edsoleda Santos, o professor Hélio Rocha, o ilustrador Ângelo Roberto, o diretor da Editus, Jorge Moreno, leitores e admiradores de Adonias Filho e amigos de Cyro de Mattos.

Numa edição primorosa, com ilustrações do desenhista Ângelo Roberto, baiano nascido em Ibicaraí, o livro Histórias Dispersas de Adonias Filho apresenta cinco contos em que o escritor Adonias Filho transmite sua paixão por uma humanidade feita de verdades fundamentais através da visão dramática, lírica e amorosa, que palpita em seus protagonistas, nas passagens feitas de alusões e observações lúcidas.

O Brabo e Sua Índia, A Lição, Nosso Bispo, Amor no Catete e A Volta são as histórias que compõem a coletânea e que foram publicadas há mais de trinta anos, em revistas, jornais e antologias. A coletânea traz ainda uma pesquisa iconográfica feita com bom gosto pelo escritor Cyro de Mattos na qual é mostrado o consagrado romancista baiano Adonias Filho em momentos importantes de sua vida: tomando posse na Academia Brasileira de Letras, em repouso na sua fazenda Aliança, em Inema, em sua viagem a Luanda (África) e com os amigos Rachel de Queiroz, Jorge Amado e Gilberto Freire.

LEGÍTIMO CRIADOR

Há que se destacar como posfácio na coletânea o estudo Experiência de um Romancista, do Professor Emérito Doutor Fred Ellison, da Universidade de Austin, Texas, com tradução para o português do Professor Emérito Doutor Luiz Angélico, da Universidade Federal da Bahia. Cyro de Mattos, no prefácio da coletânea, declara que “o tratamento digno que imprime o legítimo criador de linguagem à sua gente, nestas Histórias Dispersas, que ora acontecem no interior do sul da Bahia, ora na Capital, já demonstra aquele que seria em sua carreira de escritor, entre o trágico e o lírico, um dos maiores intérpretes da natureza humana feita de sortilégios, ermos e pesos da vida, em sua dimensão mítica povoada de mistérios”.

O livro foi lançado em Itabuna, na faculdade de Tecnologia e Ciências – FTC, no dia 4 de maio, enquanto o Memorial Adonias Filho vai programar o lançamento da obra em Itajuípe para o mês de junho deste ano, em data a ser escolhida.

Cyro de Mattos

Aramis Ribeiro Costa discursa durante o evento

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s