Antonio Torres tomará posse na ALB no próximo dia 21 de maio

O escritor Antonio Torres, autor de clássicos da literatura brasileira, a exemplo dos romances Essa terra, Um táxi para Viena d´Áustria e Meu querido canibal tomará posse na cadeira número 9 da Academia de Letras da Bahia, antes pertencente ao romancista baiano João Ubaldo Ribeiro. Eleito por unanimidade, por seus grandes méritos como um dos mais importantes escritores brasileiros contemporâneos, Torres será saudado pelo acadêmico, escritor e professor de literatura Aleilton Fonseca.

Nascido em 1940 no povoado do Junco (hoje Sátiro Dias), no sertão da Bahia, Antonio Torres é autor de dezoito títulos, entre romances, contos, crônicas, perfis e memórias. Seus livros já ganharam edições em vários países, a exemplo da França, Espanha, Alemanha, Itália, Holanda, Inglaterra, Argentina, Cuba, Israel e Estados Unidos. Vencedor dos mais importantes prêmios nacionais (Prêmio Machado de Assis, da Academia Brasileira de Letras, pelo conjunto da obra; Prêmio Passo Fundo Zaffari & Bourbon de Literatura e o Jabuti de 2007, entre outros), o autor foi condecorado, em 1998, pelo governo francês como Chevalier des Arts et des Lettres por seus livros traduzidos na França.

Antonio Torres é também Imortal da Academia Brasileira de Letras, onde ocupa a Cadeira 23, que tem como fundador Machado de Assis, primeiro Presidente da Academia, e, como patrono, José de Alencar.

Anúncios