Simpósio Internacional marca os 100 anos da Revista Orpheu

Em uma promoção conjunta da Cátedra Fidelino de Figueiredo/Universidade do Estado da Bahia – UNEB, do Consulado de Portugal em Salvador e do Instituto Camões, em parceria com a Universidade Federal da Bahia, a Academia de Letras da Bahia, a Fundação Casa de Jorge Amado, o Jornal A Tarde, realizou-se,  nos dias 8 e 9 de junho, o ‘Simpósio Internacional de 100 anos da Revista Orpheu: Fernando Pessoa e as Poéticas da Modernidade’.  A vice-presidente da Academia de Letras da Bahia – ALB, Myriam Fraga, participou da mesa de abertura, realizada no Gabinete Português de Leitura, no bairro da Piedade.

O evento reuniu professores, pesquisadores e discentes do curso de Letras motivados a compartilhar e a aprofundar investigações e saberes a respeito de autores do modernismo lusitano, com ênfase em ensino, pesquisa e extensão na área da cultura e literatura portuguesas. A revista Orpheu foi lançada em 1915, teve apenas dois números publicados, mas marcou o início do modernismo em Portugal.

Anúncios