Curso Castro Alves tem início com extensa programação

Discutir e difundir importantes obras da literatura baiana. Esse é o objetivo do curso ‘Castro Alves 2015 – X Colóquio da Literatura Baiana’, que teve início na última quarta-feira (30.09), na sede da Academia de Letras da Bahia (ALB), no bairro de Nazaré. Chegando a sua 10º edição, o evento conta com uma uma intensa programação literária dedicada a um dos maiores poetas lírico e social do país.

Durante o primeiro dia foram promovidas sessões de comunicações, reunindo temas, autores e obras da literatura, além do lançamento do livro  de Cleberton Santos, Travessia de abismos (Poemas). “Neste ano, o curso reúne 70 trabalhos – 600 nesses 10 anos da sua existência – vindos de várias universidades da Bahia. Isso mostra que a literatura baiana está se enraizando por toda o Estado”, destacou Aleilton Fonseca, coordenador da iniciativa.

 Convidada pela comissão organizadora do evento, a professora de Letras da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Margarida Fahel, foi a palestrante da noite. Ela enalteceu as qualidades da escrita romanesca de Adonias Filho,  escritor homenageado  pela Academia de Letras da Bahia  pelo seu centenário de nascimento. “Adonias me encantou por sua linguagem. Quando tive o primeiro contato com o seu texto, percebi que era diferente, grande e profundo. Construiu toda a sua obra falando de uma  região muito explorada por outros autores, mas abordando-a sempre de maneira muito peculiar”, contou ela, em alusão a região sul da Bahia, entre as cidades de Itabuna e Ilhéus, berço de nascimento e pesquisa de autores como Jorge Amado, Adonias Filho, Hélio Pólvora, entre outros.

O curso ‘Castro Alves 2015 – X Colóquio da Literatura Baiana continua a sua programação até o próximo dia 02 (sexta-feira), com lançamentos de livros e mesas de debates.

Confira o calendário completo de atividades, clicando aqui.

Lançamentos de livros, clique aqui.

Anúncios