Aramis Ribeiro Costa recebe a mais alta honraria da ALB

O escritor Aramis Ribeiro Costa se tornou o sexto membro benfeitor da Academia de Letras da Bahia, honraria exclusiva concedida pelos serviços prestados à Academia e por extensão à cultura do Estado. A homenagem foi feita durante a abertura do ano acadêmico da ALB, na última quinta-feira (17.03), na sede da entidade. Na ocasião, o novo membro benfeitor foi saudado pelo acadêmico Edvaldo Boaventura.
“A concepção de título benfeitor tem sido provocada pela doação efetivada ou pela singularidade dos serviços prestados. Isso vem sendo feito desde Heitor Praguer Fróes a Aramis Ribeiro Costa”, lembrou, ao citar dois dos seis nomes que integram o seleto grupo da organização. Além deles, fazem parte Jorge Calmon, Antônio Carlos Magalhães, Cláudio Veiga e o próprio Edvaldo Boaventura.

Emocionado, Aramis Ribeiro Costa destacou a união dos acadêmicos para o fortalecimento da Academia de Letras da Bahia. “É um espaço democrático. A história da casa vai ser escrita por todos como uma orquestra que executa uma sinfonia inacabada”, lembrou ele, que presidiu a entidade de 2011 a 2015.

Entre a programação já confirmada no calendário da Academia para 2016 está a entrega do Prêmio Nacional, que este ano abordará o gênero Contos, na perspectiva de lançar jovens escritores no mercado literário brasileiro. O vencedor será premiado com o valor de R$ 15 mil reais e a publicação do livro por uma editora nacional, tendo apoio financeiro da Fundação Gregório de Mattos, da Prefeitura de Salvador, através do Edital “Arte em Toda Parte, 2015”.

Anúncios