Morre o poeta Clóvis Lima

A Academia de Letras da Bahia decretou três dias de luto pela morte do acadêmico e poeta Clóvis Lima, falecido na manhã desta terça-feira (22.03), aos 102 anos, no Hospital Teresa de Lisieux. A ALB lamenta profundamente o falecimento desse expoente literário baiano, ao tempo que aguarda informações dos familiares sobre o horário da cremação.

Nascido na cidade de Vitória da Conquista, interior da Bahia, o autor de Poesia Avulsa integrou a Ala das Letras e das Artes de Conquista, uma seção regional da famosa Ala das Letras e das Artes existente em Salvador, fundada por Carlos Chiacchio. Colaborou também durante alguns anos com o jornal A Tarde, onde publicava crônicas e poemas na página literária, e também com as revistas A Luva, da Bahia, e O Malho, do Rio de Janeiro. Avesso a publicar em livro, teve, em 1975, alguns de seus poemas, traduções do francês e versões de poemas para essa língua, reunidos num volume organizado por Antônio Loureiro de Souza, intitulado A poesia de Clóvis Lima.

Sua produção poética encontra-se, em grande parte, publicada nos diversos números da Revista da Academia de Letras da Bahia, instituição que integrava desde 1980, na posse da Cadeira nº 22.

Anúncios