Prêmio Nacional da Academia de Letras da Bahia divulga vencedor

image

O livro de contos A eternidade da maçã, do autor Marcus Vinicius Couto Rodrigues, foi eleito em 2016 a obra vencedora do Prêmio Nacional da Academia de Letras da Bahia. O resultado foi divulgado nesta quinta-feira (05.05) pela Comissão Julgadora, composta pelos acadêmicos Aleilton Fonseca, Gerana Damulakis e Carlos Ribeiro, que classificaram a publicação como “excelente, com pleno domínio da linguagem e do processo narrativo, em equilíbrio com as ideias e os temas, destacando-se ainda a estrutura orgânica do conjunto dos contos”. Ao todo, cento e oitenta e oito trabalhos (188), de 20 estados do país, concorreram ao Prêmio Nacional ALB – 2016.

Dos trabalhos inscritos, 45,7% pertecem a região Nordeste, 45,2% da região Sudeste, 5,3% são do Sul do país, 3,2% dos trabalhos vieram do Centro-Oeste do Brasil e, em menor número, a região Norte, com apenas 0,53% das inscrições.

Contemplado pelo Edital Arte em Toda Parte – Ano III, da Fundação Gregório de Mattos, órgão da Prefeitura de Salvador, o Prêmio Nacional Academia de Letras da Bahia premiará o vencedor com o valor de R$ 15 mil reais e a publicação do livro por uma editora nacional. A solenidade de entrega será no dia 30 de junho, em ato público na sede da ALB.

Sobre o autor 

Marcus Vinícius Rodrigues nasceu em Ilhéus-BA e vive em Salvador. Escreve ficção e poesia. Publicou os livros “Pequeno inventário das ausências” (Poesia, Prêmio Fundação Casa de Jorge Amado, 2001); “3 vestidos e meu corpo nu” (Contos, P55 Edições, 2009), “Eros resoluto” (Contos, P55 Edições, 2010), “Cada dia sobre a terra” (Contos, Ed Caramurê/EppPublicidade, 2010), “Se tua mão te ofende” (Novela, P55 Edições, 2014) e “Arquivos de um corpo em viagem” (Poesia, Editora Mondrongo, 2015). Seu conto “A omoplata” venceu o concurso Nacional de contos Newton Sampaio, edição 2009, promovido pela Secretaria de Cultura do Estado do Paraná. Participou das antologias “Concerto lírico a quinze vozes: uma coletânea de novos poetas da Bahia” (Ed. Aboio, 2004) “Os outros poemas de que falei” (Ed Caramurê/EppPublicidade, 2004), “Tanta poesia” (Ed Caramurê/EppPublicidade, 2005), “Outras moradas” (Contos, Ed Caramurê/EppPublicidade, 2007), “Diálogos: panorama da nova poesia grapiúna” (Editus/ Via Literarum, 2010), “Autores baianos: um panorama, volume 2” (P55 edições, 2014), além de figurar no volume “Anos 2000 – Coleção Roteiro da Poesia Brasileira” (Global Editora, 2009). Mantém o blog: cafemolotov.blogspot.com.

Anúncios