ALB elege Edivaldo Boaventura para vice-presidência da instituição

Foi eleito por aclamação, nesta terça-feira (17.05), o educador Edivaldo Machado Boaventura para a vaga de vice-presidente da Academia Letras da Bahia, cargo que estava em vacância desde o falecimento da poeta Myriam Fraga, em fevereiro deste ano. Boaventura, que tomou posse na instituição em 1971, esteve à frente da presidência da casa de 2007 a 2011.

Membros correspondentes

Na ocasião, a ALB elegeu três novos membros correspondentes da entidade, título concedido a quem tem uma posição de destaque em alguma área do conhecimento, entretanto, não reside na cidade onde se localiza a Academia de Letras. São eles: Heleusa Figueira Câmara, doutora em Ciências Políticas e professora da Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB); Paulo Roberto Dias Pereira, doutor em Letras Vernáculas e professor da Universidade Federal Fluminense (UFF); e Jerônimo Pizarro, colombiano naturalizado português, que tem dedicado seus estudos à obra de Fernando Pessoa.

Anúncios