Zélia Gattai é homenageada em Roma

A escritora Zélia Gattai, falecida em 2008, e que em 2016 completaria 100 anos de vida, foi homenageada pelo Centro Cultural da Embaixada do Brasil em Roma, na Itália. Durante a conferência, que aconteceu no último dia 30, no auditório da embaixada na capital italiana, analisou-se a vida e obra da escritora ítalo-brasileira, marcada por escrever memórias de sua vida, como o seu livro de estréia, Anarquistas, graças a Deus, adaptado para uma minissérie pela Rede Globo, e Um chapéu para viagem, transcrito para o teatro.

Na ocasião, houve o lançamento da obra Memoriale Dell’Amore, também de autoria de Zélia Gattai, e pela primeira vez em versão italiana. A literária teve alguns de seus livros traduzidos para o francês, espanhol, alemão e russo.

Participaram da cerimônia a diretora do Centro Cultural Brasil-Itália, Daniela Dornelas Cavalcanti; Luiz Felipe Czarnobai, da Adido Cultural da Embaixada do Brasil na Itália; Antonella Rita Roscilli, brasilianista, tradutora, escritora e biografa de Zélia Gattai; Germano Panettieri, Diretor da Editora Nova Delphi; Giorgio De Marchis, professor de língua e literatura brasileira na Università Roma Tre; além da presença de Ricardo Neiva Tavares, embaixador do Brasil na Itália; Fabio Porta, deputado italiano; e Antonio Bernardini, embaixador da Itália no Brasil.

Anúncios