Academia de Letras da Bahia recebe carta original escrita por Charles Chaplin

Na última quinta-feira (21.07), a Academia de Letras da Bahia recebeu dos familiares do imortal e crítico de cinema, Walter da Silveira, a cópia original da carta escrita por Charles Chaplin ao intelectual baiano, em dedicatória ao livro biográfico Imagem e Roteiro de Charles Chaplin, publicado por Silveira, em 1970. Neste mesmo ano, a obra foi entregue pessoalmente, na Suíça, pelo escritor baiano Jorge Amado ao famoso artista da sétima arte.

Na carta, Chaplin agradece gentilmente a homenagem feita por Walter da Silveira, que não chegou a ver o material, em decorrência do seu falecimento, no dia 05 de novembro de 1970. “Por coincidência, foi a mesma data que Charles Chaplin assinou a carta ao nosso pai”, revela Kátia da Silveira, filha do crítico. A relíquia foi encontrada há poucos meses pela família, que decidiu doar a recordação à Academia. A entrega, segundo ela, se faz necessária uma vez que grande parte do acervo da obra de Walter da Silveira se encontra na instituição literária. “Queremos preservar a memória do nosso pai nesta casa”, disse. Uma primeira carta já havia sido entregue a ALB, também escrita por Charles Chaplin a Walter da Silveira, em setembro de 1970. Nesta época, o pesquisador baiano já se encontrava bastante doente, mas chegou a ler o conteúdo da correspondência.

Sobre Walter da Silveira

Professor, ensaísta, pesquisador e cineclubista, Walter da Silveira criou em 1950 o Clube de Cinema da Bahia (CCB) e foi um grande incentivador do cinema baiano. A Sala Walter da Silveira, que fica na Biblioteca Pública dos Barris, em Salvador, foi dedicada ao crítico e ensaísta. Diversas mostras de filmes são apresentadas gratuitamente ao público.

Anúncios