Acervo pessoal do ex-governador Roberto Santos será doado à Fundação Pedro Calmon

o

O ex-governador e imortal da Academia de Letras da Bahia, Roberto Santos, terá o acervo documental privado doado à Fundação Pedro Calmon, órgão ligado à Secretária de Cultura do Estado. A solenidade para a assinatura do Termo de Doação acontecerá nesta sexta-feira (07.04), às 18h, no Palácio da Aclamação, no Campo Grande. O acervo acumulado durante toda a vida do médico, professor e político, é composto por mais cerca de 10 mil itens, dentre documentos textuais, iconográficos e bibliográficos.

Com 90 anos recém-completados, o acadêmico Roberto Santos contribuiu expressivamente para a política da Bahia e do Brasil. A doação busca garantir a preservação do acervo, que quando disponibilizado à comunidade acadêmica, poderá contribuir para os avanços dos estudos acerca dos processos políticos do século passado.

Anúncios