Imortais da ALB estão entre os autores mais lidos pelos baianos, aponta levantamento da Pedro Calmon

Em um levantamento inédito realizado pela Fundação Pedro Calmon, a pedido do jornal Correio*, publicado na edição deste domingo (30.07), pesquisa revelou os cinco maiores autores lidos pela população baiana nos últimos seis meses. E para nosso alegria, todos eles nasceram no Estado, sendo dois integrantes do atual quadro de membros da Academia de Letras da Bahia. São eles: Antônio Torres (Essa Terra), Cadeira nº 9, com a segunda posição; e Aleilton Fonseca (O Desterro dos Mortos), Cadeira nº 20, que figura na quinta posição.

Eles encabeçam um lista dos 40 livros mais lidos em sete bibliotecas cadastradas no sistema da FPC. Além deles, fazem parte deste seleto grupo escritores como Jorge Amado (Tenda dos Milagres), que lidera a pesquisa e foi acadêmico da ALB, onde ocupou a Cadeira nº 21; Helena Parente (Além de Estar) com a terceira posição, membro correspondente da Academia de Letras da Bahia; além de Adonias Filho (O Largo da Palma), quarto colocado entre as obras mais lidas pelos cidadãos baianos. Os autores deixaram para trás outros clássicos da literatura mundial.

Anúncios