Colégio de Psicanálise da Bahia homenageia centenário da ALB

O Colégio de Psicanálise da Bahia, em homenagem às comemorações do centenário da Academia de Letras da Bahia, realizou, no dia 01 de setembro (sexta-feira), no Palacete Góes Calmon, sede da ALB, um encontro com estudiosos do famoso método terapêutico. A discussão foi organizada pela imortal e também psicanalista Urânia Tourinho Peres.

Os assuntos debatidos envolveram desde o pensamento de Sigmund Freud, criador da psicanálise, passando pelo Nobel de Literatura, o modernista irlandês Samuel Beckett, até a escrita contemporânea do aclamado literário português Valter Hugo Mãe, autor de “A Desumanização”, que apresenta em seu texto características associados ao luto e à melancolia. “A reunião dessas duas instituições reverencia a letra na sua dimensão de escuta e na sua dimensão de escrita”, disse a acadêmica Urânia Peres.

Participaram da mesa redonda nomes conhecidos como Carlota Ibertis, Joyce Bacelar, Regina Sarmento, Sérgio Fernandes, Suely Aires e Thereza Ávila Coelho, que fizeram leituras ao público dos seus respectivos trabalhos associados à psicanálise.

 

Anúncios