Acadêmica Edilene Matos homenageia o escritor Herberto Sales


A obra do jornalista e escritor baiano Herberto Sales, falecido em 1999, será relembrada, no dia 26 de setembro (terça-feira), pela imortal da Academia de Letras da Bahia Edilene Matos. O encontro, que terá início às 15h, será realizado na Biblioteca Central do Estado da Bahia, situada no bairro dos Barris. Mattos atualmente é professora do Instituto de Humanidades, Artes e Ciências Professor Milton Santos da Universidade Federal da Bahia (IHAC/Ufba). O evento é aberto ao público.

Em 1971, Herberto Sales passou a ocupar a cadeira nº 3 da Academia Brasileira de Letras, após publicar – ao longo da sua carreira literária – mais de 30 livros, tendo destaque a sua obra de estreia Cascalho, romance lançado em 1944, ano em que ainda residia na sua cidade natal, Andaraí, na região da Chapada Diamantina. Com mais de 650 páginas, o livro logo se colocou ao lado das grandes obras do ciclo nordestino, iniciado com José Américo de Almeida e prolongado por Graciliano Ramos, José Lins do Rego, Jorge Amado e Rachel de Queiroz.