Cyro de Mattos denuncia em artigo abandono a um dos principais cartões postais de Itabuna

O acadêmico Cyro de Mattos escreveu artigo no final do mês de setembro denunciando o abandono a um dos principais cartões postais de Itabuna, no sul da Bahia. No texto, publicado pelo blog Cem Anos de Itabuna, o literário afirma que painel criado pelo artista baiano Genaro de Carvalho, localizado no centro da cidade, sofre com a indiferença das autoridades locais. “Uma amarga agressão a uma peça artística tão valiosa, de inegável valor, do patrimônio de um município onde nasceu Jorge Amado, o autor mais lido da língua portuguesa”, lamenta.

Lançada em 1953, a obra retrata a civilização da lavoura do cacau – tradição na região – e do povo grapiúna. Signos, símbolos e ícones revelam o desenvolvimento cultural e valores da sociedade itabunense, reproduzindo fielmente a luta diária do trabalhador rural. Restaurada pela última vez em 2011, Cyro afirma que “o painel sofre os mesmos abandonos de tempos passados”. “Até quando vai continuar essa indiferença, deixando o que é belo ao imenso largado do sabor da sorte”, alerta.

Anúncios