Obra intelectual do médico Itazil Benício dos Santos é lembrada pela ALB

O primeiro professor titular da cadeira de radiologia da Universidade Federal da Bahia (Ufba) foi homenageado nesta terça-feira (28) pelo centenário de seu nascimento (1917-2017). Trata-se de Itazil Benício dos Santos, médico e escritor baiano que, ao longo da sua trajetória profissional, publicou doze livros sobre temas relacionados à medicina e outras seis obras literárias. A homenagem aconteceu na Academia de Letras da Bahia, instituição que ele integrou até a sua morte, em 1999.

Familiares e amigos estiveram presentes ao sodalício para ouvir a história de vida do intelectual ser contada pelo também médico – e membro benfeitor da ALB – Aramis Ribeiro Costa, acadêmico que sucedeu Itazil Benício dos Santos na Cadeira nº 12. “Itazil trazia com ele a sobriedade e comedimento dos que lidam com a ciência, unidos à sensibilidade dos que se comovem com a literatura. Seus argumentos eram serenos, mas lúcidos e firmes. Ao falar, demonstrava perfeitamente que seus conhecimentos não se limitavam à sua especialidade médica, da qual era uma  autoridade indiscutível, nem mesmo à própria medicina, mas abrangiam a literatura, o que justificava a sua presença nesta Casa”, disse Ribeiro Costa em seu discurso.

Nascido em Itabuna, Itazil Benício dos Santos possuía ainda adolescente o desejo de seguir a sua vocação como escritor, mas a vontade do pai para que se tornasse médico acabou unindo o que posteriormente seriam as suas duas grandes paixões. “A escrita e a radiologia”, complementou o filho Marcos Benício. O herdeiro foi também responsável por organizar uma coletânea de artigos – transformados em livro – escritos pelo pai. O exemplar foi distribuído ao público durante o evento. O encontro ainda contou com a presença do diretor da Faculdade de Medicina da Ufba, Luis Fernando Fernandes Adan, entre outras autoridades.

 

Anúncios