Morre a acadêmica Suzana Alice Marcelino; ALB decreta luto de três dias

A Academia de Letras da Bahia comunica o falecimento da querida acadêmica, linguista e professora emérita da Universidade Federal da Bahia (Ufba) Suzana Alice Marcelino Cardoso, ocupante da Cadeira nº 28, ocorrido nesta quarta-feira (02.05.18), em Salvador. Eleita para a ALB em 5 de novembro de 2015, tomou posse em 28 de abril de 2016, tendo, desde então, dado uma grande contribuição às atividades desta Academia, com seu conhecimento e sua marcante generosidade. É, portanto, com grande pesar que a ALB decreta luto oficial de três dias em memória da estimada confreira. A missa e  sepultamento estão agendados para acontecer, respectivamente, às 10h e 10:30h no cemitério Jardim da Saudade, em Brotas. A causa da morte não foi divulgada.

Um das mais respeitadas linguistas do país, membro associado do Lexiques, Dictionnaires, Informatique da Université Paris 13 (LDI) e Professeur Invité na Université Paris 13 (UFR LSHS), destacou-se na implantação de dois grandes projetos sobre a língua portuguesa no Brasil. O primeiro é o estudo da Norma Urbana Culta no Brasil (Projeto NURC). Já o segundo envolve o projeto Atlas Linguístico do Brasil (ALiB), sendo, deste último, a atual diretora presidente. É autora de mais de duas centenas de comunicações apresentadas em congressos nacionais e internacionais, além de livros, capítulos de livros, artigos em revistas especializadas e organização de livros.

Anúncios