Marcus Vinicius Rodrigues é o mais novo membro da ALB

O escritor e poeta baiano Marcus Vinícius Rodrigues, natural de Ilhéus, é o mais novo membro da Academia de Letras da Bahia. Ele foi escolhido por unanimidade, na noite de ontem(25/10), para ocupar a cadeira número 28, que antes pertencia à professora Suzana Alice Marcelino Cardoso.

Marcos Vinicius é advogado e professor, graduado em Direito pela UCSal e mestre em Letras pela UFBA. Publicou, entre outros, os livros Café Molotov, Arquivos de um Corpo em Viagem, Cada dia sobre a terra, Pequeno inventário das ausências  e A Eternidade da Maçã — este vencedor do Prêmio Nacional da Academia de Letras da Bahia de 2016.

Além disso, Rodrigues recebeu menção honrosa no 15º Concurso de Contos Luiz Vilela, 2005, e no prêmio Banco Capital nos anos de 2004, 2005 e 2009. Seu conto A Omoplata venceu o Concurso Nacional de Contos Newton Sampaio, edição 2009, promovido pela Secretaria de Cultura do Estado do Paraná.

                                                                              Marcus Vinicius Rodrigues (foto acima) é o mais novo acadêmico

Anúncios

Academia realiza homenagem a Edivaldo Boaventura

A Academia de Letras da Bahia realizou na noite de ontem (23/10), em seu auditório, uma sessão especial em homenagem ao acadêmico Edivaldo Boaventura, recentemente falecido. Homem das letras, Boaventura projetou-se como uma das mais notáveis personalidades do cenário cultural baiano, deixando um conjunto de obras de valor incontestável.

A sessão foi presidida pelo acadêmico Ordep Serra, que substituiu a presidente da casa, Evelina Hoisel, impossibilitada de comparecer por problemas de saúde. Como orador, o acadêmico João Eurico Matta falou da importância de Edivaldo Boaventura para a Ciência, à Educação e à Cultura, destacando sua contribuição como autor de muitos livros e artigos científicos, colaborando ainda para a criação da Universidade do Estado da Bahia (UNEB).

Estiveram presentes à sessão, representando a família do homenageado, a viúva Solange Boaventura e a filha Lídia Boaventura. O evento contou ainda com as presenças do ex-governador baiano Roberto Santos, o presidente da Academia Baiana de Educação, Astor de Castro Pessoa; a cônsul de Portugal na Bahia, Nathalie Viegas; o presidente da Academia de Letras Jurídicas da Bahia, Rodolfo Pamplona;  e o presidente do Instituto Histórico e Geográfico da Bahia, Eduardo Moraes de Castro, além de muitos acadêmicos e amigos do homenageado.

ALB inicia o Fórum de Autogestão Profissional

A primeira edição do Fórum de Autogestão Profissional teve início na tarde de ontem, 22/10, na sede da Academia de Letras da Bahia com as palestras da jornalista Kátia Borges e da professora Kelle Catiane, que falaram para uma plateia formada, basicamente, pelos alunos do Colégio Severino Vieira.

Kátia Borges, que substituiu o académico e jornalista Florisvaldo Mattos (que não compareceu por motivo de doença), abordou o tema “Os Caminhos da Carreira Jornalística”, enquanto a professora Kelle Catiane falou sobre “Nossa Língua Portuguesa – ferramenta essencial para o sucesso”. .

O evento prossegue hoje, 23/10,  às 14 horas, com a palestra do escritor Aleilton Fonseca sobre “ O Processo de Criação Literária”. A entrada é gratuita.

Fórum debate a Autogestão Profissional

 

A Academia de Letras da Bahia abriga nesta segunda-feira, dia 22 de outubro, a partir das 14 horas, em sua sede, o I F Fórum de Autogestão Profissional, reunindo especialistas como o jornalista Florisvaldo Mattos, o escritor Aleilton Fonseca e a professora Kelle Catiane. O evento é gratuito e com direito a certificado. Inscrições: www.even3.com.br

O jornalista Florisvaldo Mattos abordará o tema “Os Caminhos da Carreira Jornalística”. Já o escritor Aleilton Fonseca falará sobre “ O Processo de Criação Literária”. Finalmente, a professora Kelle Catiane explorará o tema “ Nossa Língua Portuguesa – ferramenta essencial para o sucesso”

Lançamento literário movimenta a ALB

A Academia de Letras da Bahia promoveu na última quinta-feira, dia 18 de outubro, o lançamento dos livros ”Tudo no Mínimo”, organizado pelos escritores Aleilton Fonseca e Roberval Pereyr,  e ” Como Naquela Montanha Sossegada”, de Antonio Brasileiro. Tratam-se de produções literárias da Editora Mondrongo com o intuito de comemorar os seus sete anos de atuação no mercado. O poeta José Carlos Capinam (foto) foi uma das personalidades que prestigiaram o evento.

Academia promoveu curso sobre Reforma Trabalhista

A Academia de Letras da Bahia promoveu no último dia 17 de outubro um curso sobre a Reforma Trabalhista a cargo do conceituado jurista Rodolfo Pamplona Filho Voltado aos profissionais, estudantes de Direito e empresários, o curso proporcionou conhecimentos necessários para a prática nas relações de trabalho e no processo judicial pós reforma trabalhista.