Juarez Paraíso é eleito para a Academia de Letras da Bahia

O artista plástico e professor Juarez Paraíso, um dos nomes mais importantes da cultura baiana contemporânea,foi eleito para a cadeira número 39 da Academia de Letras da Bahia, que teve como último titular o escritor e professor Edivaldo Boaventura, falecido em agosto último. O novo acadêmico tomará posse em solenidade cuja data ainda será anunciada.

Esta é a primeira vez que a centenária Academia de Letras da Bahia recebe para os seus quadros de acadêmicos um artista plástico. Interessante observar que a eleição de Juarez Paraíso, ocorrida nesta segunda-feira, dia 10 de dezembro, coincidiu com a data de aniversário de Edivaldo Boaventura, de quem era grande amigo.

Juarez Paraíso iniciou sua carreira artística na década de 1950, angariando duas premiações no 2º Salão Universitário Baiano de Belas Artes, realizado em 1952, em Salvador. Em seguida, destacou-se como membro da segunda geração modernista da Bahia, tendo realizado sua primeira exposição individual em 1960, na Biblioteca Pública do Estado da Bahia. Participou de inúmeras exposições e teve elogiada atuação no ensino superior na Escola de Belas Artes da Universidade Federal da Bahia, onde veio a ser professor e diretor.

Nos anos 1960, Juarez Paraíso produziu importantes trabalhos de arte abstrata em desenho e gravura e em obras murais figurativas e abstratas, ocupando inclusive espaços públicos de Salvador. A continuidade das atividades com murais se prolongou nas décadas seguintes. Nessa sua trajetória, a poética visual de Paraíso apresenta características de dinamismo, organicidade e sensualidade, com destaque na utilização da linha como elemento básico das composições, bem como nas experimentações em diversas técnicas e no desenvolvimento de pesquisas artísticas.

Anúncios

D. Emanuel toma posse como membro da Academia Portuguesa de História

O arquiabade do Mosteiro de São Bento, Dom Emanuel D`Able do Amaral,tomou posse como membro da Academia Portuguesa de História, sediada em Lisboa, Portugal, em cerimônia que aconteceu na Academia Portuguesa de História na última quarta-feira, dia 5 de dezembro, dentro da programação de encerramento das atividades do ano acadêmico de 2018. Na ocasião, o religioso ministrou palestra sobre o tema “A Fundação do Mosteiro de São Sebastião da Bahia”. Na mesma solenidade, também foram entregues os prêmios a personalidades destacadas neste ano pela instituição. O ato foi presidido pela ministra da Cultura de Portugal, Graça Fonseca. Em tempo: Dom Emanuel é também membro da Academia de Letras da Bahia.Posse D. Emanuel 1Posse D. Emanuel 4Posse D. Emanuel 3Posse D. Emanuel 2

Curso com Fredie Didier movimenta a ALB

A Academia de Letras da Bahia realizou na tarde de ontem, dia 5 de dezembro, das 14 às 17 horas, o mini-curso “Incidente de resolução de demandas repetitivas e Incidente de assunção de competência”, ministrado pelo professor Fredie Didier Jr. O curso abordou dois dos principais institutos do novo Código de Processo Civil brasileiro, ambos dedicados à formação de precedentes obrigatórios. 

Sessão especial homenageia acadêmicos

A Academia de Letras da Bahia realiza amanhã, 6 de dezembro, às 18 horas, sessão especial em homenagem ao centenário de nascimento dos acadêmicos Epaminondas Costa Lima, Carlos Eduardo da Rocha e Joaquim Alves da Cruz Rios (1918-2018). A sessão terá como oradores os acadêmicos Gláucia Lemos, Ruy Espinheira Filho e Aleilton Fonseca.

Academia de Letras elege nova diretoria

 

A Academia de Letras da Bahia elegeu a sua nova diretoria para o biênio 2019/2021. Em reunião realizada na sua sede, em Nazaré, e conduzida pela atual presidente, Evelina Hoisel, a instituição escolheu o escritor Joaci Góes como seu novo presidente, ao lado de Nelson Cerqueira, que assume a vice-presidência.

A nova diretoria tomará posse em cerimônia a ser realizada no mês de março de 2019. Abaixo, a formação completa da chapa eleita:

Presidente: Joaci Góes
Vice-Presidente: Nelson Cerqueira
1º Secretário: Ordep Serra
2º Secretário: Glaucia Lemos
1º Tesoureiro: Paulo Ormindo
2º Tesoureiro: D. Emanuel D’Able do Amaral
Diretor da Revista: Edilene Matos
Diretor da Biblioteca: Armando Avena
Diretor do Arquivo: Gerana Damulakis
Diretor de Informática: Carlos Ribeiro
Conselho Editorial: Evelina Hoisel / Fernando Peres / Francisco Senna
Conselho de Contas e Patrimônio: Urania Peres / Aramis Ribeiro Costa / Fredie Diddier

Ordep Serra faz palestra sobre a cultura grega

Uma bela e profunda aula sobre a cultura grega. Assim pode ser definida a palestra proferida pelo antropólogo e escritor Ordep Serra na tarde do dia 23 de novembro na sede da Academia de Letras da Bahia. O convidado, que é Doutor em Antropologia pela USP, falou sobre ” O Prólogo da Tragédia Bacantes, de Eurípedes”, promovendo uma interessante abordagem sobre a cultura grega, sua mitologia e paixão pela tragédia.

Graduado em Letras pela UNB, Mestre em Antropologia Social pela UNB , Ordep Serra é professor aposentado associado do Departamento de Antropologia da FFCH / UFBA, mas ainda integra o Programa de Pós-Graduação em Antropologia da UFBA, de que foi um dos fundadores e o primeiro coordenador. É também membro da Associação Brasileira de Antropologia, da SBPC, da Sociedade Brasileira de Estudos Clássicos e da Sociedade Brasileira de Etnobiologia e Etnoecologia.