ALB homenageia 60 anos do livro História da Bahia

A Academia de Letras da Bahia promove no dia 25 de julho, às 17 horas, em sua sede, no bairro de Nazaré, uma homenagem aos 60 anos de publicação do livro História da Bahia, de Luis Henrique Dias Tavares (foto). O livro é considerado de grande importância para a compreensão da história do estado da Bahia, sendo objeto de consulta para uma geração de pesquisadores e historiadores baianos.

Na oportunidade, a professoras Marli Geralda Teixeira e Maria José Andrade, estudiosas da vida do autor – hoje com 93 anos de idade – vão falar sobre a “metamorfose” sofrida pelo livro História da Bahia ao longo de suas sucessivas edições, a partir de 1959 até a mais recente, levando em conta os aprimoramentos e acréscimos relevantes.

O livro mais recente foi editado pela Editora da Universidade Federal da Bahia (Edufba), que na ocasião da homenagem será representada por sua diretora, professora Flavia Garcia Rosa.

Anúncios

Seminário temático Nossas Raízes Negroafricanas em Quatro Cantos da Bahia

SEMINÁRIO TEMÁTICO:

Nossas Raízes Negroafricanas em Quatro Cantos da Bahia

A Academia de Letras da Bahia e o NGEALC, Núcleo de Estudos Africanos em Línguas e Culturas, ligado à PROEX, Pró-reitora de Extensão da UNEB, oferecem, ao público em geral, o Seminário Temático “Nossas Raízes Negroafricanas em Quatro Cantos da Bahia”, nos dias 08 e 09 de agosto próximo, das 17h. às 20h, na sede da Academia, na Avenida Joana Angélica, 198 – Nazaré.

Com o objetivo de alargar nosso conhecimento sobre o legado linguístico-cultural negroafricano na Bahia e suas africanias no falar, na religiosidade, na culinária e na música, o Seminário está dividido em quatro módulos, cada qual sob a responsabilidade de um palestrante de notório saber tradicional ou acadêmico.

PROGRAMAÇÃO:

Dia 06 de agosto, terça-feira:

17h – Credenciamento

17.30h – Abertura:

Fala do Presidente da de Letras da Bahia  Dr. Joaci Góes  e

da Pró-Reitora da UNEB Dra. Adriana Mármore

18h às 19h – Modulo 1:

Profª Drª Yeda Pessoa de Castro e Prof ºDrº César Vitorino

  • Nossas origens negroafricanas, dos bantos aos jejes-nagos
  • Nossa língua baianês, do oxente ao calundu

15 minutos-de Intervalo

18.45h  às 20h- Modulo 2:

Dr.ª Hildete Costa e Profº Drº Jaime Sodré

  • O nosso Candomblé como Patrimônio e Memória
  • Nossa moda que veio do Terreiro, do abadá às batas

 

Dia 07de agosto, quarta-feira

17h às 18hh- Módulo 3

Profª Drª Celina Abade e Mameto Lembamuxi

  • Nossa culinária do azeite doce ao dendê
  • Nossa comida de cada dia e suas quizilas

15 minutos – Intervalo

18:45 h às 19.45h20h – Módulo 4:

Acadêmico Prof. Drº Paulo Lima Cantor  e Compositor Gerônimo Santana

  • Nossa música clássica com marcas de africania, de Lindberg Cardoso aos compositores contemporâneos
  • Nossas musica popular do Afoxé ao Axé.

20h. Encerramento:

Fala da Dra. Hildete Costa, Coordenadora do NGEALC.

INFORMAÇÕES:

Coordenadoras Profa. Dra. Yeda Pessoa de  Castro e Dra. Hildete Costa

Local: Salão Nobre da Academia de Letras da Bahia

Avenida Joana Angélica, 198 – Nazaré – Salvador (BA) / (71) 3321-4308

Data e hora: 06 e 07 de agosto de 2019, das 17.00 às 21.30hs

Taxa de inscrição $ 30.00 (trinta reais), na hora ou em deposito:

Banco: Caixa Econômica Federal

Agencia: 1032

Conta poupança: 21003-5 | OP: 013

Favorecida: Seminário

CPF: 192.762.225-53

 

 

Muniz Sodré eleito para a Academia de Letras da Bahia

O jornalista, sociólogo e pesquisador baiano Muniz Sodré foi eleito para a Academia de Letras da Bahia em solenidade realizada na sede da entidade, no dia 13 de junho. Sodré vai ocupar a cadeira 33, que pertencera a Mãe Stella de Oxóssi, falecida em dezembro do ano passado. Nascido na cidade baiana de São Gonçalo dos Campos, ele é professor doutor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e autor de vários livros na área da comunicação, jornalismo e literatura. A eleição de Muniz Sodré contou com a participação expressiva dos membros da academia, tendo ele recebido 24 votos. A  data  da posse  do  novo  acadêmico  será  posteriormente divulgada.

Muito respeitado na esfera intelectual brasileira, Muniz Sodré possui graduação em Direito pela Universidade Federal da Bahia (1964), mestrado em Sociologia da Informação e Comunicação – Université de Paris IV (Paris-Sorbonne) (1967) e doutorado em Letras (Ciência da Literatura) pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (1978) e é Livre-Docente em Comunicação pela UFRJ. Atualmente ,é Professor Emérito da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Foi Presidente da Fundação Biblioteca Nacional de 2005 a 2011, órgão vinculado ao Ministério da Cultura. Possui cerca de 30 livros publicados nas áreas de Comunicação e Cultura.