Lançamento da revista Granta acontece nesta terça na ALB

Acontece nesta terça-feira (19.06), na sede da Academia de Letras da Bahia, o lançamento da revista “Granta Portugal Brasil”. Esta será a primeira edição nos dois países. A publicação reúne textos de escritores brasileiros e portugueses. Participam do evento Barbara Bulhosa (editora Tinta da China), Carlos Vaz Marques (editor da Revista Granta), Evelina Hoisel (ALB), Aleilton Fonseca (escritor e acadêmico) e Rita Aparecida Santos (Uneb). O encontro terá início às 18h.

Anúncios

Governo lusitano homenageia o professor Edivaldo Boaventura

D. Solange e Lídia Boaventura com o cônsul Jorge Cabral (Foto: A TARDE).

O governo português, por meio do Consulado Geral no Brasil, condecorou nesta sexta-feira, 15, o educador Edivaldo Boaventura com a Ordem da Instrução Pública no grau de Comendador, pelos serviços prestados à educação e cultura nos dois países de língua portuguesa. Professor emérito da Universidade Federal da Bahia (UFBa), membro das academias de Letras e de Ciências no estado, Boaventura é também ex-diretor geral de A TARDE, onde ainda atua como articulista.

A cerimônia de entrega da honraria pelo embaixador português no Brasil, Jorge Cabral, foi realizada no auditório do Centro de Estudos Afro-Orientais (CEAO) da Ufba, com a presença de diversos representantes dos meios acadêmico e científico. A condecoração foi recebida por Lídia Boaventura Pimenta, pró-reitora de Planejamento da Universidade do Estado da Bahia (Uneb) e que representou o pai na cerimônia, ao lado da mãe, Solange Boaventura.

Parceria

A apresentação do homenageado coube ao acadêmico Joaci Goés, que destacou a figura do professor Boaventura como “nome exponencial da educação no Brasil e um dos mais ostensivos amigos de Portugal, fomentador da parceria cultural e afetiva entre os dois países”. Para o cônsul Jorge Cabral, tal relação se construiu, se consolidou e cresce a olhos vistos.

O evento integra o projeto multicultural Bahia-Portugal: pontos que nos unem, realizado ao longo dos últimos dois meses em Salvador pelo consulado português na Bahia, com o objetivo de celebrar e aprofundar a histórica ligação, conforme explicou a cônsul Nathalie Viegas.

**Matéria publicada originalmente no portal de A TARDE.

Estudioso português visita pela primeira vez a Academia de Letras da Bahia

Em sua primeira visita à Academia de Letras da Bahia, ocorrida nesta quinta-feira (14), o estudioso português Arnaldo Saraiva não economizou elogios ao estado. Membro correspondente da Academia Brasileira de Letras e professor emérito da Universidade de Porto, ele foi um dos convidados do projeto “Bahia-Portugal: pontos que nos unem”, evento que acontece até o dia 19 na capital baiana em comemoração ao Dia de Portugal, do poeta Luís Vaz de Camões e das comunidades portugueses. “Carlos Drummond de Andrade tinha um poema que dizia assim: ‘Preciso fazer um poema sobre a Bahia, mas eu nunca fui lá’. Eu fiz uma paródia que dizia: ‘É preciso fazer um poema sobre a Bahia, mas eu já fui lá’. Vir a Bahia é talvez mais importante que fazer uma poema, porque essa cidade tem os encantos que sabemos”, exaltou ele, que dedicou boa parte do seus estudos ao poeta brasileiro.

Sobre as relações culturais entre os países, Saraiva disse: “Há longas décadas, brincava-se com uma frase que dizia: ‘Europa, França e Bahia’. Eu sempre preferi: ‘Europa, Portugal e Bahia’. Há muito mais relações do que a França”, contou. A vinda dele a Salvador foi para discutir a obra do lusitano Antônio Braz Teixeira, pensador em atividade que defende a aproximação entre as nações de língua portuguesa. “Um apaixonado pela literatura brasileira”, revelou. A cônsul-geral de Portugal na Bahia Nathalie Viegas também esteve no encontro.

Osba apresenta nova série com a presença do acadêmico Paulo Costa Lima

A Orquestra Sinfônica da Bahia (Osba) realiza edição da série Manuel Inácio da Costa. Com regência do maestro Ricardo Bologna, que apresenta um repertório bem brasileiro, com obras dos compositores Camargo Guarnieri (1907-1993), Radamés Gnattali (1906-1988), Ronaldo Miranda e o baiano Paulo Costa Lima, o concerto acontece no dia 17 de junho (domingo), no Santuário Nossa Senhora de Fátima (Igreja do Colégio Antônio Vieira), às 11h. A entrada é gratuita.

Além de reger o concerto, Bologna apresenta, como solista (marimba), a peça “Divertimento para Marimba e Orquestra de Cordas”, do compositor Radamés Gnattali (1906-1988). Ainda no programa estão as obras: “Abertura Concertante”, de Camargo Guarnieri, “Cabinda”, do baiano Paulo Costa Lima, e “Suíte Festiva”, de Ronaldo Miranda.

SERVIÇO:
OSBA APRESENTA: SÉRIE MANUEL INÁCIO DA COSTA
Regência: Ricardo Bologna| Solista: Ricardo Bologna (marimba)
Local: Santuário Nossa Senhora de Fátima (Igreja do Colégio Antônio Vieira)
Data: 17 de junho (domingo).
Horários: 11h
Entrada Gratuita

Acadêmico João Carlos Salles lança novo livro

O reitor da Universidades Federal da Bahia (Ufba) e membro da Academia de Letras da Bahia, João Carlos Salles, lançou, nesta quarta-feira (13), o livro “Análise & Gramática: mais estudos sobre Ernest Sosa e Wittgenstein”, publicado pela Quarteto Editora. O encontro aconteceu na Reitoria da universidade, data em que se comemorou o dia de Santo Antônio e aniversário da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas (FFCH/Ufba).

  • Confira o texto da orelha de Análise & Gramática: 

* * *
Algumas distinções fazem a fortuna de manuais, mas devem ser evitadas na prática filosófica. Uma delas é a que separa radicalmente analíticos e continentais; outra, a que distingue por completo a tarefa universal da lógica da tarefa, talvez mais circunstancial, da epistemologia.

Fazemos bem em ignorar distinções assim terminantes, sendo uma boa proteção a lembrança de que, qualquer a técnica, qualquer a posição ou argumento, proposições filosóficas ocorrem no contexto e na linguagem singular dessas obras de pensamento, sem as quais não pode haver sentido claro nem medida independente de rigor.

Com efeito, este pequeno livro não é inspirado por manuais, mas sim por mais um confronto do autor com duas obras deveras clássicas, a de Wittgenstein e a de Ernest Sosa, por cuja leitura ele sempre procura reconduzir arranjos argumentativos finos à tessitura de seu contexto filosófico mais amplo.

Não constitui assim uma surpresa que, ao fim e ao cabo, tais universos teóricos possam mesmo se aproximar, irmanando-se a investigação das condições de organização da experiência e a investigação sobre o que seria o conhecimento.

Se lógica e epistemologia podem dialogar, também podemos ver a terapia gramatical servir-se de requintada técnica analítica, ao tempo que a análise do conhecimento não deixa de explicitar as condições conceituais e, logo, gramaticais do que, enfim, pode ser o sujeito que age e conhece.

Curso Castro Alves 2018 abre as inscrições

Estão abertas as inscrições para o Curso Castro Alves 2018 – XVII Colóquio de Literatura Baiana, que este ano acontece nos dias 04 e 05 de julho, na sede da Academia de Letras da Bahia, no bairro de Nazaré. Os interessados em participar das comunicações têm até o dia 25 de junho para se inscreverem. A ficha pode ser adquirida por meio do e-mail cursocastroalves@gmail.com ou baixar o anexo e enviar para o endereço eletrônico. Em breve, a programação completa será divulgada no portal.

 

 

Fundação Casa de Jorge Amado publica livro do acadêmico Cyro de Mattos

A Fundação Casa de Jorge Amado, localizada em Salvador, publicou o livro “Poemas Iberoamericanos”, do acadêmico e autor baiano – natural de Itabuna – Cyro de Mattos. O livro havia sido lançado no ano passado pela editora Palimage, de Coimbra, Portugal, na coleção Palavra e Imagem. Este é o terceiro livro do escritor publicado pela Fundação Casa de Jorge Amado. Desta vez, a obra integra a coleção Casa de Palavra. Anteriormente, os seus dois livros publicados foram “Berro de Fogo e Outras Histórias” e “Canto a Nossa Senhora das Matas”. “Poemas Iberoamericanos” é dividido em três partes: poemas brasileiros, poemas portugueses e poemas espanhóis.