Membro da Academia de Letras da Bahia lança livro de contos

O Palacete Góes Calmon da Academia de Letras da Bahia recebeu convidados nesta terça-feira, 02/08, que prestigiaram o lançamento de mais um livro do escritor Aramis Ribeiro Costa. Retorno em tarde sem sol reúne quinze contos curtos do ex-presidente do Academia, que já lançou mais de dez obras, entre romance, poesia, contos, literatura infantil e crítica literária.

Em seu pronunciamento, o confrade Joaci Goés enalteceu as qualidades do autor, que para ele “nasceu vocacionado” à arte da escrita. “Aramis Ribeiro é um dos melhores escritores brasileiros da atualidade e seu mais recente livro, certamente, acompanha este padrão que o eleva na admiração da vasta galeria dos seus leitores”.

Para o acadêmico Francisco Senna, as qualidades de Aramis extrapolam a produção literária. “Aramis é um grande escritor que traduz o sentimento da Bahia, com lirismo, poesia e de forma envolvente. Além de um ser humano elegante no trato e nas relações sociais, que dignifica nossa Academia, não só pela obra literária, como pela atuação administrativa na Casa”.

Ocupante da Cadeira nº12 da Academia de Letras da Bahia, Aramis Ribeiro Costa foi presidente da entidade por dois mandatos (2011-20015) e, este ano, pelos serviços prestados à Instituição, recebeu o título de membro benfeitor. Sobre os contos que integram Retorno em tarde sem sol, e são ambientados na cidade do Salvador, Aramis define como “pequenas aquarelas do cotidiano, carregadas, aqui e ali, nas tintas de algumas circunstâncias inusitadas”. O livro é mais uma publicação da editora baiana Kalango.

 

Aramis Ribeiro Costa permanece à frente da ALB no biênio 2013-2015

arb Em sessão ordinária, ocorrida no dia 6 de dezembro de 2012, o acadêmico Aramis Ribeiro Costa foi reeleito presidente da Academia de Letras da Bahia.

Aramis cumprirá seu mandato no biênio 2013-2015 com o apoio da diretoria composta pelo Vice-Presidente (João Eurico Matta), 1° Secretário (Evelina Hoisel), 2° Secretário (Gláucia Lemos), 1º Tesoureiro (Paulo Ormindo de Azevedo), 2° Tesoureiro (Luis Antônio Cajazeira Ramos), Diretor da Biblioteca (D. Emanuel D’Able do Amaral), Diretor do Arquivo (Joaci Góes), Diretor da Revista da ALB (Florisvaldo Mattos) e Diretor de Informática (Carlos Ribeiro).

O Conselho Editorial deste biênio é formado pelos acadêmicos Ruy Espinheira Filho, Myriam Fraga e Fernando da Rocha Peres. Fazem parte do Conselho de Contas e Patrimônio os acadêmicos Waldir Freitas Oliveira, Aleilton Fonseca e Paulo Costa Lima.

Barbara Coelho

Edivaldo Boaventura vai doar acervo pessoal com 5 mil livros para universidade

O educador Edivaldo Boaventura vai doar para a UNEB o acervo de sua biblioteca pessoal, que tem cerca de cinco mil livros.

A doação foi anunciada por Edivaldo durante visita ao reitor Lourisvaldo Valentim, na tarde de hoje (13), no Gabinete da Reitoria, Campus I, em Salvador (na foto home, com Lídia Boaventura).

Além dos livros, o educador irá ainda presentear a universidade com um quadro artístico, composto de um mosaico de azulejos, que tematiza a Independência do Brasil.

Edivaldo visitou a Reitoria para agradecer a Valentim e aos gestores da instituição por ter recebido o título de doutor honoris causa — mais importantes honraria acadêmica da UNEB — em solenidade ocorrida no último dia 4.

“Sinto-me muito honrado pela homenagem que a comunidade da UNEB me prestou com essa honraria. Eu sempre digo que não gratificar é punir pelo esquecimento, pelo silêncio. E vocês sabem como não punir, não esquecer”, pontuou o educador.

Diretor-geral do jornal A Tarde, escritor e membro da Academia de Letras da Bahia (ALB), Edivaldo Machado Boaventura foi idealizador, fundador e primeiro reitor da UNEB em 1983.

Biblioteca central reformada e ampliada

A cerimônia de doação do acervo de cerca de cinco mil livros do novo doutor honoris causa da UNEB deve acontecer no próximo mês de setembro.

Na ocasião serão entregues as obras de reforma e ampliação da Biblioteca Professor Edivaldo Machado Boaventura, que é também conhecida como biblioteca central, localizada no Campus I.

Durante a visita de Edivaldo, o reitor Valentim adiantou que a administração central da UNEB está estudando criar novas premiações e homenagens àqueles que contribuem e prestam relevantes serviços para a universidade.

“Nas comemorações dos 30 anos da UNEB — que iniciamos este mês com a outorga do título ao professor Edivaldo e vai se prolongar durante todo o ano de 2013 —, queremos confeccionar cerca de mil medalhas de mérito, para laurear pesquisadores, professores, funcionários, estudantes e parceiros da UNEB”, adiantou Valentim.

Também participaram do encontro com o educador a chefe de gabinete da Reitoria, Lídia Boaventura (filha de Edivaldo), os pró-reitores de Planejamento (Proplan), Luiz Paulo Neiva, e de Administração (Proad), Durval Uzêda, o diretor da Unidade de Desenvolvimento Organizacional (UDO), Benjamin Filho, os assessores especiais (Assesp) da Reitoria Zita Guimarães e Luiz Carlos dos Santos, a gerente de gestão de currículo acadêmico da Pró-Reitoria de Graduação (Prograd), Dayse Lago, e o assessor de Comunicação (Ascom), Toni Vasconcelos.

Fonte: UNEB